Páscoa 2010

Não sei precisar aonde a mágica se manifestou...teria sido num estudante mais velho com uma guitarra pendurada na porta da escola...ouvir o vinil dos Beatles em Hamburgo(com John e George “chorando por uma sombra”), ou admirar a capa de um velho disco do Roberto Carlos onde uma 335 brilhava nas mão do Gato, seu escudeiro nas seis cordas...

O fato é que a guitarra tem sido minha companheira de vida, amor e ódio,guerra e paz,ferramenta de trabalho ,instrumento de ócio criativo...ao mesmo tempo corrente que me prende ao chão e um poderoso par de asas com turbinas...

Meio para solucionar neuroses e criar outras...derrubar fobias e buscar novos muros para escalar....

Veiculo fundamental para minha identidade nesta presente encarnação; responsável por triunfos, derrotas,tristezas e alegrias ; mais do que tudo veículo para meu crescimento .

Toquei nas mais diversas situações , do bar vazio ao estádio lotado e todas as variações entre uma e outra situação ,gravei e participei de álbuns, inúmeras publicações , dei incontáveis horas aulas, (onde mais aprendi sobre a musica e sobre a vida do que ensinei) ,produzi, dirigi....sobre chuva e sol...calor e frio...

Varei noites e noites estudando,compondo,gravando transcrevendo e editando áudios e partituras....madrugada adentro no meu quarto de adolescente até para estúdios e revistas por ai afora...

Toquei ,gravei e trabalhei ao lado de grandes heróis....que se mostraram grandes seres humanos e que posso humildemente chamar de grandes amigos....

Aqui me encontro onde a vida me trouxe...fase dois adiante.....

Assim como você, tentando fazer sentido num mundo cada vez mais misterioso ,confuso,turbulento,paradoxal, caótico porém belo....

Quer se juntar comigo nesta viajem????

Marcio Okayama /Páscoa de 2010....

Considerações sobre o ser músico no século XXI

Encontrar equilíbrio entre a arte e o ganha pão...

Respeitar a tênue parede que separa a improvisação da composição

Ser útil para o Planeta e a o mesmo tempo incomodar as suas bases falidas

Saber isolar-se e saber expor quando necessário .. ao vento e ao mundo...

Acreditar... sempre......

Oka

Nenhum comentário: