Religare....



Foto de Rickydavid sob licença CC BY-NC-ND


Sempre achei que a questão de opção religiosa fosse um assunto estritamente pessoal, uma escolha que pelo sagrado que carrega em si mesma deveria deixar a pessoa na miúda , exercendo sua fé de maneira privada , pois é uma escolha tão única que se coloca ,de certa forma, num mesmo departamento de outras opções de conduta (pessoal, sexual, profissional, ideológica, política, etc,etc e tal....).

Mas todavia , algumas pessoas tem perguntado a respeito da minha escolha religiosa, dada a algumas colocações de cunho espiritualistas que tenho feito , daí a questão se sou kardecista, budista,etc .

A colocação em questão, esta no blog do Edmar Luighi(grande e parceiro e amgo pessoal) http://edmarluighi.com.br/blog/?p=865 e se refere a uma parábola budista; uma mesma que usei num texto antigo na Guitar Player e foi elogiada na época , como lição de vida, pelo meu outro grande amigo Silas Fernandes( evangélico por sinal).

Sou católico, mas acredito , antes de mais nada, que a conduta religiosa, deve balizar a nossa própria existência ,indo alem do rito em questão. Os atos e caminhos da fé deveriam apoiar muito mais a nossa maneira de encarar esta breve e efêmera existência.

Agrego outras visões de correntes filosóficas que me identifico; entre elas as diversas linhas do budismo; este que para muitos nem é uma religião e sim uma filosofia teórica ,uma maneira profundíssima de ótica da própria vida.
Só não quero ser criticado ,nem censurado por meu enfoque pessoal de vida(que para ser bem sincero, só interessa a minha própria pessoa...),a parte que interessa é como este mesmo direciona meus atos em sociedade; daí para frente o problema ,o rito e o mito são meus.

Nosso país sempre se caracterizou por ser uma cultura sincrética e aberta .Razão pela qual temos conseguido nos adaptar tão bem a este mundo fragmentado e oscilante pós globalização.

Tenho um grande receio de que o fundamentalismo comece a ditar regras de agir(de todas as partes e tendências religiosas envolvidas) tornando este aspecto, um grande Palmeiras e Corinthians, onde os preceitos de compaixão,amor ao próximo e fé que estão presentes em toda religião vão por água abaixo.

Viemos aqui com um tempo de vida limitado, o que vem antes e depois é mistério,para alguns mera especulação, para outros profissão de fé. Este é , antes de mais nada, um território onde só a força da própria fé pessoal que manifestará a verdade de cada um....

Paz a todos
Shalon
Namu amida butsu
Que assim seja
Paz a todos
Amém.....

Nenhum comentário: