Plectrum....





Muitos amigos brincam que não estou nem ai para diamêtro de palhetas e outras trivialidades...fato.....assumo...

Sou um cara old skool, mantenho a tese do : " if aint broken...don´t fix it..."

Para comporvar o fato segue a prova fotografica; minha filha estava fuçando numa coleção minha de carrinhos velhos e tirei da mão dela um " fóssil" de avião da Revell(rs) ; coloquei-o em meu bolso.

Hoje achei este mesmo ao ir dar aulas de manhã...não resisti dei uma tocada e acabei dando a aula inteira com esta tranca como palheta.

Ouvi falar que o George Lynch tocava com qualquer coisa no estúdio(moedas, laminas,clips), o Brian May com sua famosa moeda e o Wander e o Mozart faziam palheta de barbatana de camisas...

Por isso amiguinhos e amiguinhas ,agradeçam à globalização e aos tempos "mudernos" quando estiveram na frente de um sortimento similar a jujubas de palhetas coloridas na sua loja favorita...

Oka

Um comentário:

Themistocles S. santos disse...

Muito bom okayma, tambem concordo contigo, ha tres anos sofri um acidente, dai perdi os movimentos dos membros inferiores e superiores, antes tocava muito, hoje toco com uma tala grossa, e nao me decepcionei com o som, show de bola... um abraço cara admiro seus trabalhos, parabens...