Seis graus de separação(muitas vezes nem a metade...)

Uma das coisas mais bacanas que a rede propicia é tornar o mundo um lugar do tamanho de uma ervilha, fazendo valer realmente a teoria dos seis graus de separação

Consegui reencontrar grandes amigos ,fazer novos e ter contato com diversas pessoas que sempre admirei e influenciaram meu trabalho.

Recentemente encontrei via Orkut, o músico e luthier Tony Pelosi
Há mais de vinte anos atrás o mercado editorial, principalmente o da área musical possuía uma configuração totalmente diferente.

Uma época com mais romantismo, pegada e mais intuição

O Tony era colunista da revista Mix , editada pelo mesmo grupo editorial que publicava a Roll(dedicada ao pop rock) e a Metal(publico pesado); sendo que a Mix era voltada a área técnica pertinente ao universo dos músicos

A coluna do Tony era uma de minhas seções favoritas, onde misturava dicas de construção e manutenção de guitarras com muito humor e sabedoria

O sabor de crônica ,” causos” e analogias bem humoradas que dava em sua escrita, influenciou muito no trabalho que desenvolvi em publicações como : Guitar Player,Cover,Tok para quem Toka e Guitar Class.

Confiram seu site e blog!!!!!

http://www.tonypelosi.com/

Um comentário:

tony disse...

Rapaz, o que posso dizer??
Alem de obrigado, erguer um inedito brinde `as ervilhas!! - creio que somos os primeiro seres (alem das favas, e` claro) que evocam tal brinde. Entao:
``-`As nossas boas qualidades, como dizia meu avo, e `as boas qualidades de nossas ervilhas!! Saude!!
Tony Pelosi