Keep on workin....

Muitos amigos musicos(profissionais ou não) tem feito muitas ressalvas em relação ao status atual de se tocar na noite, por isso resolvi republicar o texto abaixo....


"Considerações sobre o estado atual da profissão do músico... a tese do tiro de metralhadora no próprio pé...(pense sobre isso, se quiser viver de música)"

Tive o grande privilégio de fazer uma tour relâmpago em BH ao lado de um músico que sempre fui fã de carterinha: Ulisses Rocha.
Durante uma conversa informal, o Ulisses levantou um assunto que viria a ser o tópico final que encerrou o seminário.
A postura do músico em relação ao mercado e como esta mesma está ferrando o cenário de verde, azul, amarelo e branco...
O aparente inocente ato de tirar cópias a bel prazer de materiais e apostilas, sangra o mercado editorial , da mesma forma que reduzir cachês em bar a preço de banana , só pelo amor a arte e pelo bolso do dono do local , que está gentilmente cedendo sua casa noturna para que você possa “divulgar seu trabalho”...
Se vamos numa padaria , não colocamos os pães debaixo do braço e saímos pela rua, se pedimos um serviço para um encanador, também não apenas agradecemos sua presença mostrando o quanto nosso banheiro consertado tende a ser uma ótima referência para divulgar seus talentos!
Porra!!!!! O músico ,que é o responsável por um mercado que gira milhões e milhões, é o que fica com apenas migalhas deste giro, única e exclusivamente por culpa de sua própria postura... dando assim o dito tiro de Uzi no próprio pé.
Muitas vezes, pessoas pedem para músicos e professores (que nem tem contato pessoal com estes mesmos que o solicitam) lhes enviem material x ou y de assuntos diversos, esquecendo que o acervo de cada professor/músico é seu próprio patrimônio que gera seu sustento e ganha pão;ou devemos chegar na Sabesp, e Eletropaulo pedir que nossas contas sejam abonadas pois colaboramos com alunos “virtuais” por puro diletantismo e amor a arte...
Isto tudo sem contar com a polêmica de baixar musica de graça na web, que se por um lado cria novos ícones da noite para o dia, do outro arrebenta carreiras que dependem do direito autoral para sobreviver(se informem sobre a situação do Jason Becker).
Por isso, caso você realmente tem amor a música e sonha em viver da mesma, avalie estes e inúmeros outros aspectos similares na sua própria vida...

Márcio Okayama

2 comentários:

Mr. Pedro disse...

Olá Okayama. Assim como você e uma pequena rede de aficcionados pelo mundo da guitarra elétrica, construí um blog em que pretendo, apenas de maneira informal, trazer informações sobre a guitarra elétrica usando o conhecimento que adquiri pelos anos de obsessão em que acompanhei o mercado de vintages, collectibles, limited runs, restaurações de amplificadores, amps handmade e boutique, etc.

Reuni alguns blogs na minha lista de links que achei interessantes, linkei você lá no meu blog, junto com o resto do pessoal da Guitar Player Brasil...

Dê uma olhada em meu blog quando tiver um tempo, agradeço demais desde já.

Grande abraço,

mundoguitarra.wordpress.com

Pedro

Mr. Pedro disse...

Salve Okayama!

Fico feliz com sua presença no mundoguitarra. Será ótimo tê-lo como leitor.

Linkei seu site pessoal, pois só tinha linkado o blog aqui.

Grande abraço,

mundoguitarra.wordpress.com