Blade Runner Tropical I

São Paulo é uma cidade única, quanto mais fuçamos, mais lugares,pessoas e fatos inusitados descobrimos.

Pequenos mistérios que parecem abrir-se para um portal interdimensional que nos leva à realidades ímpares.

Exemplo disso é um lugar chamado ; “Chopperia e Petiscaria Liberdade” na Rua da Glória.
A descrição da comunidade do Orkut do lugar(já estou marcando presença lá também), já o descreve como uma mistura de bar do Star Wars com cenário do Blade Runner(creio que o momento da feira livre onde Decakard come um Yaki Soba ...).

Fui parar lá meio no susto por conta do aniversário de uma amiga. Logo de cara, luzes de néon somam-se uma parede de aquários onde cada recipiente tem uma espécie diferente(um de peixe papagaio,um de acará disco, outra de néons e assim por diante, coisa organizada típica de japa).

A impressão é que ele era um destes restaurantes japa antigos que freqüentei com a famíla, em algum domingo, depois da hora da ave Maria, perdido pela década de setenta encantado com a noite , no banco traseiro do carro do meu tio.

O efeito dos tatames vermelhos com as luzes de neon kitchs nos dá impressão de um filme de ficção mesmo.

A diversidade urbana que freqüenta o lugar convive bem, dentro de suas diferenças :povo alternativo,meninas da noite, caras com pinta de mafiosos ,japas freaks por karaokê e outros seres noturnos .

No bunker espelhado do kakaroke ao fundo do salão, fica gravada na memória a imagem um japa tingido de loiro mandando muito bem All my Love do Led Zep. Lost in Translation na veia!!!!!

Na famosa esticada do xixi, me surpreendo que existe todo um salão aos fundos, decorado com lanternas japonesas,plantas artificiais ,posters dos Beatles e pássaros de plástico, com direito ao grill queimando carne ao lado de mesas de bilhar....

Bom, em relação ao rango e bebes, confesso que ficamos na coca cola com fritas...o cenário todo já causava o evento da noite